A partir do próximo mês, os contribuintes que aderiram à terceira e quarta reabertura do Programa Especial de Parcelamento de Dívidas com a União poderão definir os valores finais das parcelas.

A Receita Federal divulgou o calendário de consolidação das parcelas do Refis da Crise, que renegocia dívidas com desconto nas multas e nos juros.

De 8 a 25 de setembro, as médias e grandes empresas poderão fazer a consolidação. De 5 a 23 de outubro, será a vez das pessoas físicas e das micro e pequenas empresas que fazem parte do Simples Nacional. Segundo a Receita, 103,6 mil pessoas físicas e 223,3 mil empresas aderiram às reaberturas do Refis da Crise.

A consolidação é a etapa em que o contribuinte declara as dívidas que deseja renegociar e define prazo e valor das parcelas, em conjunto com a Receita Federal (caso de dívidas tributárias) e com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (caso de contribuintes inscritos na dívida ativa). Até agora, os devedores pagaram o equivalente a uma parcela por mês, mas o valor era calculado pelo próprio contribuinte.

Iniciado em 2009, o Refis da Crise renegocia dívidas com a Receita e com a procuradoria em até 180 meses (15 anos), com desconto nas multas e nos juros. Na primeira e na segunda etapas, foram parceladas dívidas vencidas até 31 de dezembro de 2008. Na terceira e na quarta, executadas no ano passado, entraram débitos vencidos até 31 de dezembro de 2013.

Instituída pela Lei 12.996, a terceira etapa do Refis teve o prazo de adesão até 31 de maio do ano passado e ficou conhecida como Refis da Copa. A quarta etapa teve o prazo de opção até 30 de novembro de 2014.

A portaria conjunta que instituiu os prazos de entrega foi publicada ontem (3) no Diário Oficial da União, mas só foi explicada hoje (4), por causa da ocupação do edifício-sede do Ministério da Fazenda por membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Fonte: Agência Brasil

 

DICAS

Por mais que não pareça, existe uma saída para a sua situação; basta você não se desesperar e fazer o esforço necessário

Banco assumirá todas as operações do HSBC no Brasil. Clientes do HSBC passarão a contar com todos os produtos do Bradesco.

Com 345 mil postos formais de trabalho extintos nos seis primeiros meses do ano, a economia brasileira deve acelerar a diminuição de empregos no segundo semestre.

A cidade de São Paulo vai receber o Congresso Brasileiro de Governança Tributária, evento realizado pelo IBPT que chega a sua quarta edição

Para tornar a prática atrativa aos micro e pequenos empresários, a União bancará os custos da qualificação obrigatória. A contrapartida é contar com, ao menos, um trabalhador com carteira assinada

A recessão e o real cada vez mais fraco podem levar o Brasil a perder dois postos no ranking das maiores economias do planeta em 2015

Quando o assunto é felicidade, ninguém discorda que lazer e dinheiro são importantes.

Mais de 100 empresas do ramo mobiliário participam durante os 12 dias da campanha, flexibilizando condições de pagamento e estendendo horários de funcionamento.

No mês de julho, a variação do IGP-M foi  0,69%

Mais artigos...

  1. 6 erros que o empreendedor deve evitar ao cuidar do financeiro
  2. Previsão do mercado para inflação sobe pela 15ª semana, para 9,23%
  3. Depois de 10 anos, salários encolhem
  4. Governo reduz imposto de importação para uma lista de bens
  5. Confiança do comércio atinge menor nível da história, diz FGV
  6. Confiança do consumidor cai 23% em um ano e tem novo recorde negativo
  7. Perdeu o prazo para pagar o INSS do doméstico? Veja o que fazer
  8. Governo cria programa para reduzir dívidas tributárias
  9. 11 direitos que o consumidor pensa ter, mas não tem
  10. Desemprego tem maior taxa desde 2010, diz IBGE

Pagina 1 de 49

CDLCARD

Fatura online/2a. Via

Boleto Banco do Brasil

O Lojista - Edição  Dezembro 2014

eventos1

Find Us On FaceBook - Image

Informativo CDL

 

PROCON Contagem